Onde surgiu a tradição do Coelho da Pascoa? - ContaPraEu?
Curiosidades

Onde surgiu a tradição do Coelho da Pascoa?

A Pascoa se foi, muitos comemoraram com suas famílias, seja pelo lado católico da data ou pela simbologia do ovo de chocolate e o coelho, já que essa comemoração não é exatamente religiosa e sim, um casamento de uma festividade já existente com uma tradição religiosa.

Mas você sabe qual a origem de um dos principais símbolos da Pascoa, o coelho?

Povos antigos relacionavam o coelho com o fim do inverno, já que estes eram os primeiros animais a deixarem suas tocas quando iniciava-se a primavera. Mas não somente por isso, desde a época dos egípcios, os coelhos eram simbolo da fertilidade e nascimento, devido a sua intensa prática reprodutiva.

Também aos povos germânicos era o coelho marcado como simbolo de fertilidade e nascimento, tanto que o coelho representava a deusa Ostara, deusa da fertilidade. Como a Primavera simboliza o renascimento, floração e fertilização, nada mais justo que o pequeno orelhudo fosse o animal representante da Pascoa.

É interessante notar que a Páscoa já era uma comemoração pagã, sendo a época da deusa Ostara, e com a leva de migrações alemãs para o continente americano, os costumes e cultura germânica foram espalhados pelo mundo. Para diminuir a comemoração pagã na chamada semana santa, a igreja católica achou mais adequado associar os símbolos do coelho e dos ovos, que também surgiram com os germânicos, ao renascimento de cristo.

Como curiosidade, também podemos apontar como surgiu os ovos como presentes, os germânicos passaram a utilizar ovos de pascoa pintados a mão como presentes as crianças, em um subterfúgio a caça de coelhos para os rituais de Ostara (É dessa tradição que surgiu a brincadeira de caça do coelho). Ostereistedt é uma cidade na Alemanha, que recebeu este nome por ser referência nas festividades de Ostara.

Gostou da curiosidade? Fique ligado no “ContaPraEu?” regularmente trazemos matérias sobre curiosidades, ciências, mistérios, cinema e muito mais! Aqui você mata sua sede pelo saber!