Onde surgiu o CPF? - ContaPraEu?
Curiosidades

Onde surgiu o CPF?

Na hora de fazer uma compra pela internet, declarar seu imposto de renda, alugar um apartamento, contratar uma linha telefônica, um documento que será sempre pedido é o seu CPF. Mas você sabe onde surgiu o CPF?

Cadastro de Pessoa Física, ou simplesmente CPF, foi implementado pelo Ministério da Fazenda em 1968 com o intuito de identificar as pessoas que deveriam declarar bens e rendimentos. Em seu surgimento, o documento era conhecido como CIC – Cartão de identificação do contribuinte – e no começo, era apresentado em papel, ao longo dos anos mudou para CPF, passou a ser concebido em forma de cartão azul, até que em 2011 o cartão deixou de ser gerado, dando lugar apenas ao número que pode ser anotado ou inserido no RG.
Por muitos anos mesmo os que não declaravam imposto de renda, precisavam no mesmo período entrar no site da receita federal para declarar sua isenção, essa exigência foi retirada posteriormente, passando a ser obrigatória a declaração apenas para os que estão dentro das faixas do leão.
Ao contrário do que muitos podem pensar, o primeiro CPF não foi o número 01 e eles também não seguem uma sequência numérica, a numeração do CPF é criada em duas séries que codificam dados do contribuinte, como cidade em que vive. A lógica matemática utilizada no documento, permite que ele seja automaticamente verificado como válido ou não, apesar de não garantir sua existência na base da Receita Federal.
 ContaPraEu?: A Boa Vista, empresa que opera o SPC (Serviço de proteção ao crédito) estima que até ano passado, o número de CPF negativados era superior a 60 milhões. Muita gente com o nome sujo!